A sede do 15º Dança e Movimento é o Espaço Cultural Pés no Chão.
Endereço: Rua Macapá 72, na Barra Velha, em Ilhabela.
Maiores Informações pelo fone 12 3896 6727 - Entrada Franca.

O Dança e Movimento é uma mostra não competitiva, que reúne espetáculos de artes cênicas e dança contemporânea. Além disso, são oferecidas oficinas gratuitas pelos profissionais convidados.

Ele chegou na 15ª edição com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura através do ProAC, que incentiva a realização de festivais de arte no Estado de São Paulo e da Prefeitura Municipal de Ilhabela.

As apresentações ocorreram no teatro do Pés no Chão no período da noite, e também em palcos montados em escolas e quadras esportivas do município.

Na sexta, a São Paulo Companhia de Dança lotou o Pés no Chão apresentando um programa de dança clássica que incluiu o GRAND PAS DE DEUX DE DOM QUIXOTE (1869), com Coreografia de Marius Petipa, Música de Leon Minkus, Remontagem de Manoel Francisco e Figurinos de Tânia Agra, e também o GRAND PAS DE DEUX DE O QUEBRA-NOZES (1892), com Coreografia de Marius Petipa e Lev Ivanov, Música de Piotr Ilitch Tchaikovsky, Remontagem de Tatiana Leskova e Figurinos de Marilda Fontes.

Também integrou a apresentação da SPCD o Ballet 101(2006), com Coreografia de Eric Gauthier, narrado por William Moragas, com Remontagem de Renato Arismendi. Foi exibido, também, o vídeo VIDA DE BAILARINO, com Direção de Inês Bogéa.

A São Paulo Companhia de Dança foi criada em janeiro de 2008 pelo Governo do Estado de São Paulo e é dirigida por Inês Bogéa, doutora em Artes e escritora. Ao longo desse período a Companhia foi assistida por um público de mais de 180 mil pessoas nas diferentes cidades do Brasil e do exterior. Seu repertório contempla remontagens de obras clássicas e modernas, além de peças inéditas, criadas especificamente para o seu corpo de bailarinos. A Companhia é um lugar de encontro dos mais diversos artistas - como fotógrafos, professores convidados, remontadores, escritores, artistas plásticos, cartunistas, músicos, figurinistas, e outros – para que se possa pensar em um projeto brasileiro de dança.  

No sábado, dia 6 de outubro, também às 20 horas, a Cia. Druw, dirigida por Mirim Druwe, fechou a programação com o espetáculo “Girassóis”. Ele é inspirado nas obras do pintor holandês pós-impressionista Vicent Willen Van Gogh que, por meio de um código de cores, linhas e composições revela como o artista vê o mundo que o rodeia e, deste modo, transforma a natureza observada em sensações.

Em Girassóis ,  a Cia. Druw busca trabalhar essas experiências sensoriais, criar e recriar a dança contemporânea de maneira lúdica para o público infantil. A companhia, nascida em 1996, propõe coreografias que transitam entre temas do cotidiano e o universo infantil de maneira reflexiva e bem-humorada. 

A companhia já foi contemplada com os seguintes prêmios: 3º Edital de Fomento à Dança/2007 com o projeto “Lúdico”, PAC 2008 – Corpoético, 6º Edital de Fomento à Dança com o projeto “Vila Tarsila” /2009, Edital Caixa Econômica Federal/2009 – Espetáculo Lúdico, 9º Edital de Fomento à Dança (SP) com o Projeto Girassóis e o Edital CORREIOS/2010 com o Projeto ‘Mostra de Repertório - Cia. Druw LÚDICO e VILA TARSILA'.

Veja fotos das apresentações no Facebook

www.facebook.com/pesnochao

Clique aqui para ver a programação completa do 15° Dança e Movimento em formato pdf.