Historico

O Espaço Cultural Pés no Chão fica na Rua Macapá 72, na Barra Velha.
Maiores informações pelo telefone 12 3896 6727. Entrada Franca. 

 

Balangandança volta ao Pés no Chão com o espetáculo Presente! feito da gente

Com direção de Georgia Lengos, Presente! feito da gente é uma aventura de movimentos-danças criada a partir de um processo de pesquisa sobre a relação entre a natureza, o corpo e o imaginário das crianças. O espetáculo abre espaço para a imaginação de forma lúdica, delicada e sensível, ao se relacionar,  brincando  de diferentes formas  com materiais naturais coletados pelo grupo, como areia, sementes, folhas secas e galhos de árvores.

“Os materiais são usados como uma metáfora do que o ser humano é feito. Somos também natureza,  feitos das mesmas substâncias que existem na pedra, na água do mar e na areia. Queremos mostrar que os corpos também são e fazem parte da natureza e, assim como ela, precisam ser cuidados/preservados. Para além disso, que podemos brincar  com simplicidade e com seus elementos. No espaço urbano e por causa dos brinquedos já prontos,  com brincadeiras mais propostas do que inventadas e as mídias eletrônicas presentes, as crianças estão se distanciando do contato com a natureza  e desse universo do imaginário que ela nos remete, que é algo inerente ao ser humano”, explica a diretora.

A partir de técnicas de improvisação e da brincadeira, os bailarinos criadores interagem de várias formas com esses objetos de acordo com a disposição que eles aparecem em cena a cada apresentação. Junto com a iluminação e a trilha sonora, que evocam elementos de paisagens naturais, eles estimulam a plateia a inventar mundos. Na preparação corporal a companhia conta com técnicas de Educação Somática, que fazem parte de seu treinamento, ampliando a percepção do corpo e novas possibilidades de movimento.

 “A sonoplastia cria uma ambiência a partir dos sons da natureza, como do mar e do vento. Por exemplo, temos algumas composições com instrumentos de percussão para fazer uma referência às pedras, e usamos a rabeca em alusão ao ato de riscar/desenhar a areia, um tema que surgiu bem forte nas nossas pesquisas”, comenta a Georgia.  

Para instigar essas reflexões, o processo criativo contou com as provocações dos artistas Gandhy Piorski (artista, educador e pensador da infância) e Dafne Michellepis (bailarina e educadora). O elenco-criador do espetáculo é formado por Alexandre Medeiros, Alan Scherk, Clara Gouvêa, Ciro Godoy e Isabel Monteiro.

Domingo, dia 24, às 19 horas
Segunda, dia 25, às 9 horas

Oficina para crianças no domingo, às 11 horas

Entrada Franca