Oficina de Dança com Roberto Amorim, no antigo prédio 2001

Prédio próprio do Pés no Chão, construído em 2008

Água que pela vida aflora - 2002

Breve história do Pés no Chão

Na segunda, com a colaboração da Fundação Itaú Social, foi construído o prédio de Integração. Ele reúne, no térreo, um hall com cantina, forno a lenha e cozinha, e sanitários para o público; e no andar superior, possui uma grande sala de aula, ilha de edição, sala de reunião e a sala de administração.

A entidade se mantém, basicamente, através de projetos. Alguns deles, de grande porte, como o “Construindo Cidadania com Arte”, foi patrocinado por três anos pela Petrobras Social, e envolveu a população do bairro, crianças, jovens e seus pais.

Por outro lado, a proposta de democratização cultural, realizada ao longo de toda sua existência, fez com que a entidade já promovesse mais de 170 eventos, recebendo em sua platéia uma média de público de 170 pessoas por noite.
  • acquactz2k3_07
  • adults_floor
  • arabesque
  • aula3bp
  • banco_coreografia2
  • biblio04
  • bnt_audience
  • bnt_pier2old
  • boliche
  • cinema
  • clan540b
  • ctz_environ
  • ctzbinde
  • deciding1
  • distri540c
  • dmarc2
  • DSC01461wb
  • DSC06934
  • DSC07003
  • DSC07005
  • DSC07007b
  • DSC07017
  • DSC07060
  • DSC07088
  • DSC07103
  • DSC07183
  • DSC07185
  • DSC07196
  • DSC07472
  • DSC07673
  • DSC07688
  • DSC07701
  • DSC07702
  • DSC07997
  • facade
  • fly
  • forum_c
  • fun1
  • Gabizinha
  • girls_floor
  • groupmay480
  • grupo
  • lu_pi_ra
  • Malu
  • mare8131
  • mare8146
  • maria3
  • pasta1510
  • pic51057_flavia
  • pizza450_18
  • pizza450_19
  • pizza1510
  • redesco
  • renato2510
  • rimi15
  • triobright
  • tucci02
  • ubatuba00
  • weisse01
  • weisse03
  • xBSCN9360
  • xBSCN9362
  • xBSCN9363
  • xBSCN9367
  • xBSCN9374
  • xBSCN9376
  • xDSCN0261big
  • xDSCN0291big
  • cssslider
  • ytriome
cssslider by WOWSlider.com v8.7

O Espaço Cultural Pés no Chão foi criado em junho de 2001 por um grupo de pessoas que desejava fazer da arte um instrumento de aprimoramento humano e social. Sem dinheiro e com muitos sonhos, o grupo buscou ajuda na comunidade para alugar um espaço físico adequado para abrigar a iniciativa sócio-cultural. Esta ajuda veio, e com 50 inscrições, iniciaram-se as atividades com aulas de ballet, capoeira e teatro. As instalações físicas instigavam bem mais do que apenas salas de aulas.

O local fora anteriormente um boliche, o que já favorecia a implantação de um palco e de uma platéia. Novamente com a ajuda da comunidade, o espaço físico foi adaptado para suas novas funções.

Durante 6 anos, a entidade desenvolveu seu trabalho neste local. Construiu também, nesse período, um galpão para oficinas de artes, uma sala de música, de literatura e alfabetização de adultos, além de uma horta para consumo próprio.

Em 2008 o Pés no Chão deu um grande salto em busca da sustentabilidade. Com a ajuda de amigos e parceiros comprou um terreno e começou a construir sua sede própria. Na primeira fase foi erguido um Teatro-Escola, com capacidade para 180 pessoas.